Mina de Sal e seus lagos

Cracóvia: Tudo sobre a Mina de Sal – Wieliczka

Cracóvia: Mina de Sal – Wieliczka, Dia 4

Viagem a Suíça, República Tcheca e Polônia. Dia 14

Hoje é dia de conhecer a Mina de Sal, dia frio de neve, portanto excelente para passar todo o dia na Mina de Sal (só o tour básico lá dentro gasta 3h) mais o tempo na fila, mais o tempo de transporte. Nosso dia de hoje foi todo aproveitado na cidade de Wieliczka.

Exterior da entrada da Mina de Sal, dia gelado.

Saímos de casa pela manhã em direção a estação de trem no subsolo do shopping Galeria Krakowska. Existem cartazes nos corredores da estação, informando de qual plataforma parte o trem para Wieliczka. Checamos o horário do próximo trem e aguardamos. As passagens são compradas dentro do trem (pode comprar na máquina também). Um agente de bordo fica lá dentro emitindo os bilhetes para quem prefere uma pessoa a uma máquina.

Passagem trem para Wieliczka PLN 6,00 (ida e volta)

Chegando a Wieliczka (última parada), qualquer pessoa sabe indicar onde fica a Mina de Sal. A fila estava bem grande para comprar o ingresso. Existem vários grupos com linguagens diferentes em horários pré-determinados. Compramos para 13h30 em inglês. Ao início do passeio na Mina recebemos um radinho para conseguir ouvir o guia em todos os momentos, sem precisar que ele grite.

Ingresso Mina de Sal PLN 84,00

O passeio na mina começa com a descida de 300 degraus em uma escada de madeira que parece não ter fim. A mina tem mais de 300m de profundidade e mais de 287km de túneis. O passeio percorre apenas 3,5km da mina. Segundo nosso guia, percorrer toda a mina gastariam 4 meses. Lá embaixo existem mais de 22 câmaras com lagos subterrâneos.É imensa!

A mina é super antiga, do século 13 com mais de 700 anos de atividade. Lá embaixo encontramos várias estátuas de pessoas importantes que visitaram a mina, feitas por mineiros com o próprio sal. Existem várias catedrais de sal, e uma em especial gigante, linda, inusitada. Para tirar foto nesse lugar tem que pagar 10 PLN, lá mesmo, na hora. Existe a representação de como traziam água para a mina, de como os cavalos que viviam lá embaixo trabalhavam. Tudo feito de sal, todas as paredes, todas as esculturas.

mina-de-sal10
Mina de Sal, vários lagos a 300m de profundidade.
Mina de Sal e seus lagos
Mina de Sal e seus lagos

Ao longo do tour várias informações interessantes são repassadas. Umas das que achei mais legal é quão bem o sal faz para tudo. As madeiras usadas na estruturação da mina não apodrecem pois são conservadas pelo sal. Respirar esse ar também fazia muito bem aos mineiros e aos cavalos, devido às propriedades do sal.

Catedral de Sal
Catedral de Sal, piso, paredes, esculturas – TUDO DE SAL!!!
Estatuas e esculturas de sal na mina
Representação de como os animais trabalhavam a 300m de profundidade.



Estatuas e esculturas de sal na mina
Estatuas e esculturas de sal na mina

Sem dúvidas, um passeio imperdível. Imperdível também foi o restaurante que comemos próximo à estação de trem. Não tem como não passar por ele se você sai da mina e vai até a estação de trem. O nome é Restauracja Kopalnia Smaku nele comemos uma deliciosa pizza e sopa. Super indicamos! O lugar parece uma casa que foi transformada em um restaurante. O preço é muito bom e o sabor…humm que delícia! Finalizamos a noite nesse restaurante que amamos, e voltamos para casa prontos para curtir nossa penúltima noite nessa cidade.

mina-de-sal2
Catedral enorme toda feita em sal a 300m de profundidade.



Janta na polonia
Nossa deliciosa janta – sopa típica polonesa – DELICIA!!!

Obs: Algumas fotos desse post foram retiradas da internet devido a melhor qualidade.

Polônia 

Viajando de Praga a Cracóvia – De ônibus

Cracóvia 4 Dias – Centro Histórico, hospedagem, restaurantes.

Auschwitz – Conhecendo um campo de concentração – Dia 2

O Bairro Judeu e a Fábrica de Schindler – Dia 3

A Mina de Sal em Wieliczka – Cracóvia – Dia 4

República Tcheca

Praga: 5 dias

Dia 1: Hotel, Cambio, Apple museum, Restaurante JazzPraga

Dia 2: Old Town Square, Castelo de Praga, Ponte Carlos, Malá Strana, Mosteiro de Strahov

Dia 3: Bairro Judeu, Praça Venceslau, noite em Praga

Dia 4: Cabeça de Franz Kafka, Casa Dançante, Noite em Praga

Praga – Dia 5: Mercado Havelska e compras,Cisnes, Ilha de Kampa, Muro de Jonh Lennon

Cesky Krumlov: 1 Dia

 

Suíça

Dia 1 – Montreaux e Gruyères

Dia 2 – Grindewald, Lauterbrunnen e Berna

Dia 3 – Lausanne

Viagem em Novembro/Dezembro de 2017

Post criado 33

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo